top of page

Consulta de tarô – muito mais do que saber seu futuro


O tarot é o mais antigo oráculo existente, utilizado pelo egípcios e outros povos da antiguidade, utilizavam o oráculo para conhecer os mistérios entre o céu e a terra dos quais não tinham domínio. 


O psiquiatra suíço Carl Gustav Jung, criador da Psicologia Analítica, estudou atentamente a participação da mística no funcionamento da psique. Naturalmente, encontrou nos oráculos um campo fértil de pesquisa, dedicando-se principalmente à astrologia e ao I Ching. Jung concordava que os instrumentos promoviam um diálogo franco com forças invisíveis. Mas, em vez de espíritos e gênios, ouvia nos oráculos a voz do inconsciente. Ao receber essa interpretação, os sortilégios ganham outra roupagem: se transformam em veículos interessantes ao processo de autoconhecimento.



O Tarot é certamente um dos oráculos mais populares do mundo ocidental contemporâneo. Composto por 78 cartas, constitui um forte conjunto de símbolos, que vêm sendo usados por anos a fio como instrumento de preleção do futuro e autoconhecimento. A incerteza da origem das imagens reforça o quê mágico e ainda provoca uma série de especulações. Uns associam o baralho ao conhecimento hermético advindo do antigo Egito, enquanto outros dão aos indianos o crédito de elaboração do sistema. Há ainda aqueles que garantem a origem cigana nos tarôs – embarcados na aura de mistério e misticismo que acompanha este povo. No entanto, as pesquisas apontam para a criação do mesmo em meados da Renascença – bem depois do que acredita a maioria – com uma função recreativa, simplesmente.


Jung enxergou no Tarot uma rica expressão do inconsciente coletivo – conceito que criou para designar uma espécie de conteúdo residual de todas as experiências da humanidade, atualizada por repetição com o passar dos anos. Lá estão representados, por exemplo, o amor materno, o impulso para a guerra e o fascínio pelo divino. Assim como os demais oráculos, o Tarot seria um sistema de representação dessas e muitas outras potencialidades humanas, chamadas arquétipos. A partir das figuras estampadas nas cartas, o indivíduo seria chamado a refletir sobre as virtudes e dissabores da própria existência. E, a partir dessa reflexão, levar a decisões mais favoráveis ao próprio desenvolvimento. 

Mas qual seria a mágica que levaria a escolha da carta certa para ilustrar o momento em que estamos vivendo? Para Jung, tudo se processa como resultado do movimento psíquico, uma forma peculiar de diálogo. Para entendê-la, é preciso saber que a expressão do inconsciente se dá a partir de símbolos. E esta também é a linguagem que compõe cada lâmina do Tarot. Quando escolhe, ao acaso, um certo número de cartas de um monte, o consulente concede ao inconsciente um veículo para que se expresse. Este usará, a partir da simbologia das cartas, um canal de comunicação com a consciência. 


Uma consulta a distância, seja por telefone ou pela internet tem exatamente o mesmo efeito de um atendimento feito pessoalmente, pois o que conta não é a presença física e sim a energia do consulente em comunhão com a energia do tarólogo. A energia é tão sutil, é como o calor do sol, não se concentra em apenas um local, se dissipa, expande, viaja…

Ao tarólogo cabe o papel de decodificação e organização das informações, a partir dos símbolos que surgem, de forma acessível à compreensão do consulente. Obviamente, essa atividade exige atenção para que as informações sejam transmitidas com o menor grau de interferência, de preconceitos e de opiniões próprias. 


Sendo o tarot esta ferramenta de tamanha importância que pode acessar seu inconsciente, nada melhor do que aproveitar uma consulta para estabelecer contato consigo mesmo, tentar observar-se num espelho, conhecendo assim muito mais profundamente seu lado luz, que são suas virtudes e seu lado sombra, seus medos, traumas e defeitos, pois conhecendo-os pode transformá-los e você então estará trabalhando pela sua evolução.


É importante entender uma consulta de tarot como um método terapêutico e não como uma ferramenta de adivinhação – seria subestimar a importância deste oráculo.



CONSULTAS DE TAROT ONLINE


30 minutos de consulta com webcam = R$ 55,00

60 minutos de consulta com webcam e numerologia = R$ 100,00





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hozzászólások


bottom of page